topo
 

OUTPLACEMENT, SIM OU NÃO?



Palavra de origem inglesa, Outplacement tem como objetivo apoiar os profissionais dispensados rumo à sua transição profissional. Trata-se de um sistema de apoio especializado onde ocorre o ganha-ganha, visando o beneficio de todos os envolvidos, tanto para o executivo que está sendo desligado quanto para a empresa em si.

Os Serviços de outplacement, no início de seu desenvolvimento, eram somente oferecidos em países mais desenvolvidos. Com a globalização, vieram as fusões e aquisições, reestruturações, reorganizações e reduções do efetivo em busca de maior lucratividade e a solução se tornou um produto altamente procurado!

 
Para as empresas que contratam esse tipo de serviço, o ganho é no sentido da responsabilidade social, pois a reintegração profissional não é um processo facil e contar com uma empresa especializada que possa trabalhar inclusive os aspectos que o levaram ao desligamento é extremamente importante para as organizações que se preocupam com o bem-estar inclusive daqueles que deixaram de fazer parte do seu quadro de colaboradores.

Para o ex-colaborador fica a imagem positiva de que a empresa reconheceu seus anos de dedicação e se preocupa com o rumo de sua carreira.

O processo normalmente leva de 3 a 6 meses e pode ocorrer a partir da formalização da demissão. Algumas empresas preferem contar com o apoio assim que o colaborador recebe a notícia, acreditam que o apoio imediato contribui para que se sinta mais protegido.

Trata-se de um trabalho personalizado onde se busca contribuir com a performance do profissional, retrata-se o seu perfil psicológico e trabalha-se as diversas possibilidades de crescimento pessoal e profissional.

O envolvimento dos profissionais nesse processo favorece-os também a se manterem ativos, reduzindo o estresse e até a desmotivação, comum nesses casos. O fato de contarem com o apoio profissional, ter atividades, discutir sua carreira, rever comportamentos e compartilhar suas dúvidas e incertezas, possibilita nessa etapa uma reflexão e mudança de postura pessoal e profissional. Networking, redes sociais, técnicas de marketing pessoal, são algumas das diversas possibilidades que ao serem trabalhadas, contribuem positivamente para o regresso mais fortalecido do profissional ao mercado de trabalho.

Portanto, as empresas que se preocupam com o crescimento e desenvolvimento de seus colaboradores após o processo de desligamento, optam pelo Outplacement, conscientes que contribuem para a melhora não de um ex-colaborador, mas de um Ser Humano.

 

Fale com a Volare RH para conhecer mais! Envie um e-mail para lia.fonseca@volarerh.com.br
topo